HomeNeurociênciaA importância da neurociência para a Psicologia

A importância da neurociência para a Psicologia

13 de setembro de 2020

Quando olhamos para a história da psicologia, podemos notar o quanto ela é recente. Diversos autores contribuíram, com diferentes abordagens que muitos abriram caminho para novos conhecimentos. Um desses caminhos, foi aberto com o Cognitivismo.  Os fundadores foram George Miller e Neisser. Utilizando-se de conceitos da neurociência descobriu-se padrões importantes sobre o cérebro e a linguagem, sobre os diferentes tipos de memória que possuímos e como a utilizamos, dentre diversos outros processos psicológicos básicos.

A neurociência, nos ajuda a entender como diversos processos psicológicos ocorrem: o desenvolvimento do sistema nervoso central durante a infância e como isso afeta as habilidades cognitivas do indivíduo no futuro; os períodos críticos de habilidades, processos motores e coordenação, membros fantasmas, dentre outros. Contudo, na minha opinião, uma das maiores contribuições da neurociência é seu novo olhar para os tratamentos e como os pacientes se desenvolvem com os medicamentos ou as terapias, através de aparelhos, como a ressonância magnética e o eletroencefalograma.

Muito ainda há de ser descoberto, mas o cognitivismo parece ser a escola dentro da psicologia, que faz uma grande síntese de uma grande parte das escolas anteriores e se utiliza de métodos científicos, mas sem nunca esquecer que por detrás de tudo, há um ser humano único que deve ser tratado assim.

Mariana Carvalho

Parceiros

Neurostudent
infosPharma
Aprender Educacional